Aurora, um marco injustiçado na história do Novo Cinema Romeno

Aurora, um marco injustiçado na história do Novo Cinema Romeno

A emergência do Novo Cinema Romeno é talvez o mais importante desenvolvimento no panorama cinematográfico europeu do século XXI. Mesmo quando expandimos o nosso olhar para uma escala internacional, somente o renascimento do cinema sul-coreano parece oferecer competição valorativa. No entanto, este movimento caracterizado por obras de extremo naturalismo, com generoso uso de planos sequência, ações prolongadas e impiedosa crítica social, tende a parecer um pouco obsoleto quando consideramos como o seu início coincidiu com os anos de hegemonia do realismo social nos grandes ecrãs europeus.  Ver o post inteiro

Prémio LUX 2017: Seleção Oficial

Prémio LUX 2017: Seleção Oficial

Já foi desvendada a Seleção Oficial que vai competir pelo Prémio LUX 2017, atribuído pelo Parlamento Europeu. Esta seleção foi revelada durante o 52ª Festival de Karlovy Vary, e são dez os filmes que vão competir pelo prémio, que comemora dez anos, e aposta numa variedade imprevisível de géneros de toda a Europa. Ver o post inteiro

Eros (2004) de Wong Kar-wai, Steven Soderbergh e Michelangelo Antonioni

Eros (2004) de Wong Kar-wai, Steven Soderbergh e Michelangelo Antonioni

É comum nestes projectos que a singularidade de cada autor envolvido prejudique a unidade da empresa, na medida em que os filmes se vêem obrigados a comunicar (de forma por vezes forçada) mesmo quando têm pouco a dizer uns aos outros: como as gentes que quando não têm o que dizer falam da atmosfera e do comer. Não é (totalmente) o caso, em Eros, onde as três curtas-metragens trabalham sobre uma ideia de cinema fundamental: o fora de campo. Ver o post inteiro

Resenha Crítica: "Bakemono no ko" (O Rapaz e o Monstro)

Resenha Crítica: "Bakemono no ko" (O Rapaz e o Monstro)

Estamos diante de mais uma demonstração da capacidade de Mamoru Hosoda para abordar e desenvolver as relações de amizade com enorme precisão, bem como os efeitos que estas provocam nos personagens principais, sempre com algum humor, aventura, romance e situações dramáticas à mistura, enquanto consegue que nos afeiçoemos aos protagonistas deste filme de animação. Ver o post inteiro

Os mais vistos de junho em Filmin

Os mais vistos de junho em Filmin

Junho é o mês do sol, banhos e sal. A leveza balnear trouxe aos espectadores de Filmin uma preferência clara por comédias, onirismo, romance, surrealismo e, como não podia deixar de ser, pelo cinema português. Vê quais os filmes mais vistos de junho em Filmin. Ver o post inteiro

Coleção Rural Freaks: As Escolhas do Quinto Canal

Coleção Rural Freaks: As Escolhas do Quinto Canal

Com o objetivo de continuar a trazer as melhores sugestões não só aos leitores do Quinto Canal como também aos utilizadores de Filmin, esta semana destacamos a mais recente coleção do serviço, Rural Freaks, que tem como tema as “estranhezas da ruralidade”, representados em 16 títulos. Se não tiver tempo para ver os dezasseis, não perca pelo menos as nossas três sugestões, todas elas nacionais. Ver o post inteiro

A maturidade no olhar do jovem Xavier Dolan

A maturidade no olhar do jovem Xavier Dolan

Ele é Xavier Dolan, produto dos tempos acelerados de hoje e das solicitações pós-modernas que nos moldam o quotidiano e nos desafiam a identidade, mas alguém que conhece como poucos a importância fundamental de um plano, o significado do tempo, o papel da imagem, a elaboração estética e o diálogo, no construir de personagens, momentos, tensões e emoções. Ver o post inteiro

Os maravilhosos apocalipses de Béla Tarr

Os maravilhosos apocalipses de Béla Tarr

Ver um dos filmes apocalípticos em todo o seu esplendor é mergulhar de cabeça nas águas de um cinema capaz de despertar emoções intensas, angústias e gritos primordiais nunca antes descobertos e afinal, haverá melhor tipo de cinema do que um capaz de ter um impacto assim no espetador? Ver o post inteiro

A Lição de Ruben Östlund aos seus 5 mestres

A Lição de Ruben Östlund aos seus 5 mestres

Falar de Ruben Östlund é tentar elucidar a figura de um dos realizadores nórdicos mais proeminentes dos últimos anos, que a pouco e pouco, e filme a filme, se consolida como uma referencia obrigatória da nova cinematografia sueca, entre muitas outras razões, pela sua capacidade de combinar uma forte consciência autoral com uma curiosidade inata pela condição humana onde várias influências se sucedem. Ver o post inteiro

Resenha Crítica: "John From" (2015)

Resenha Crítica: "John From" (2015)

O cineasta permite que o enredo de "John From" ceda à imaginação da protagonista, enquanto nos compele a desfrutar da explosão de fantasia que permeia este universo narrativo ancorado em sentimentos bem reais, tais como o tédio sentido pelos adolescentes ao longo das férias de Verão, ou as sensações incontroláveis das paixonetas durante esta fase da vida em que tudo é vivido e sentido com um ritmo muito especial. Ver o post inteiro

Coleção Biopics: As Escolhas do Quinto Canal

Coleção Biopics: As Escolhas do Quinto Canal

Com o objetivo de mostrar a vida de algumas das maiores personalidades da história mas com um toque cinematográfico, a sétima arte está recheada de grandes filmes biográficos que merecem a atenção dos espetadores. Filmin não ficou indiferente a esse género e traz até aos seus subscritores uma nova coleção, intitulada de BIOPICS. Tens alguma dúvida sobre o que poderás ver? Então aqui ficam as sugestões do Quinto Canal. Ver o post inteiro

Narrativas Históricas no Cinema de Pablo Larraín

Narrativas Históricas no Cinema de Pablo Larraín

Quase desde os primórdios do cinema enquanto meio de expressão narrativa, que o passado histórico tem constituído um interesse comum a cineastas e audiências. Ora em histórias verídicas de eras ancestrais ou ficções situadas nesses períodos esquecidos, os filmes históricos depressa se vieram a afirmar como um género de considerável importância. Ver o post inteiro

Crónica Cannes 2017: "The Square", pequeno quadro

Crónica Cannes 2017: "The Square", pequeno quadro

É emocionante ter uma estreia no Théâtre Lumière, com um público vestido a rigor; há cenas que foram especialmente rodadas para este tipo de projeção... Não vou dizer mais, espero que vocês entendam”. Estas palavras do próprio Ruben Östlund sobre o seu novo filme bastaram para pôr “The Square” entre os três filmes mais esperados desta 70ª Edição do Festival de Cannes. Ver o post inteiro

Crónica Cannes 2017: "Happy End", família Haneke

Crónica Cannes 2017: "Happy End", família Haneke

Podemos fazer uma longa história de filmes onde se narra o declínio de uma família, e com ela, o fim de uma época. Uma história na qual, "Happy End" ocupa uma posição privilegiada. O novo e extraordinário filme do realizador de “A Pianista” fala de uma família corroída e alienada de uma realidade social evidente, e torna-a no reflexo demolidor das mudanças no mundo e do olhar daqueles que não souberam (ou não quiseram) adaptar-se e que decidiram ficar recolhidos, afastados, remotos e estáticos na sua bolha. Ver o post inteiro

O Parque de Diversões da Vida

O Parque de Diversões da Vida

A adolescência é como uma montanha por escalar que pode repentinamente tornar-se íngreme. A prova disso é David, cuja passagem à idade adulta é acelerada pela agonia do avô no hospital e por um primeiro amor que transtorna os seus dias. Ver o post inteiro