Xavier Seron

Bélgica · 1975

Realizador · 1 título :separador disponível · 1 prémio recebido

Biografia

Escritor e realizador belga, melhor conhecido pelas obras Je me tue à le dire (2016), L'ours noir (2015) e Mauvaise lune (2011). Estudou direito antes de entrar na IAD (Institut des arts de diffusion) em 2001. O seu trabalho de final de curso, Rien d’insoluble (2005) foi muito elogiado. Colabora em 2007 com Christophe Hermans no filme Le Crabe (2007) e em 2008 na longa metragem Les Parents (2008). É co-autor, juntamente com Méryl Fortunat-Rossi, da curta metragem Mauvaise Lune (2011) que recebeu três prémios de melhor interpretação para Jean-Jacques Rausin. Em 2014 realiza em conjunto com Cédric Bourgeois uma longa metragem documental sobre lutadores belgas Dreamcatchers (2014). Em 2016 realiza a sua primeira longa metragem Je me tue à le dire (2016).Na sua obra, principalmente composta por curtas metragens, contam-se também os títulos L'ours noir (2015) e Le plombier (2017).

Prémios do seus filmes

Os seus títulos online