Marcel Ophuls

França · 1927

Realizador · 1 título :separador disponível · 0 prémios recebidos

Biografia

Marcel Ophuls, filho do realizador Max Ophuls e da atriz Hildegard Wall, nasceu em Frankfurt, Alemanha, em 1927. Com o crescimento do Nazismo, em 1933 viu-se forçado a fugir para Paris com a sua família por serem judeus. Passado cinco anos obteve a cidadania francesa. Com a invasão da França em 1940 tiveram novamente de fugir. Em 1941 chegaram aos Estados Unidos, depois de atravessarem os Pireneus até Espanha, e em 1950 adquiriu cidadania americana. Nesse ano voltou para Paris, onde trabalhou como assistente de Julien Duvivier e Anatole Litvak. É conhecido pelos seus documentários, nos quais junta o jornalismo de investigação com a arte do cinema. Em 1967 realizou o seu primeiro documentário histórico, “Munich ou las paix pour cent ans”, sobre o acordo de Munique de 1938. Dois anos depois saiu “Le Chagrin et la pitié”, uma exibição das reações de diversos franceses em relação à colaboração da França com os Nazis. De volta a Alemanha produziu um dos seus documentários mais aclamados “The Memory of Justice” (1976), onde expõem crueldades das guerras, sobretudo da Segunda Guerra Mundial e da Guerra do Vietname. O seu documentário mais conhecido foi o “Hôtel Terminus”, sobre o oficial Klaus Barbie, conhecido como o carniceiro de Lyon, e a sua vida depois da guerra. Com o qual venceu diversos prémios, entre eles o Óscar de Best Documentary da Academy Awards, o FIPRESCI Prize no Cannes Film Festival e o Peace Film Award no Berlin International Film Festival.

Os seus títulos online