Luchino  Visconti
  1. Luchino Visconti

    Itália (1906 - 1976)

    6 títulos :separador disponível 36 prémios
    recebidos
Biografia

Luchino Visconti di Modrone, conde de Lonate Pozzolo, nasceu em Milão, a 2 de novembro de 1906. Foi um dos mais importantes realizadores do cinema italiano. Era descendente da nobre família milanesa dos Visconti. Mudou-se para França, em 1933, onde se tornou amigo de Coco Chanel e, através dela, em 1936, foi apresentado ao cineasta Jean Renoir, com quem trabalhou no filme "Une partie de campagne". Em 1937, passou por Hollywood, antes de voltar a Roma. Na capital italiana, trabalhou com Renoir na realização da ópera "Tosca". A partir de 1940, ligou-se aos intelectuais que faziam o jornal "Cinema" e vendeu jóias da família para realizar seu primeiro filme, Ossessione, em 1943, com Clara Calamai e Massimo Girotti. No fim da Segunda Guerra Mundial, realizou o segundo filme, o documentário Giorni di gloria (1945). Contratado pelo Partido Comunista Italiano para realizar três filmes sobre pescadores, mineiros e camponeses da Sicília, acabou por fazer apenas um, La terra trema (1948). Outros filmes destacados na sua obra são O Leopardo (1963), O Estrangeiro (1967) e Morte em Veneza (1971). Acabou por morrer em Roma, a 17 de março de 1976.

Prémios do seus filmes