Lars von Trier
  1. Lars von Trier

    Dinamarca · 1956

    5 títulos :separador disponível 82 prémios
    recebidos
Biografia

Lars von Trier, cineasta dinamarquês, nasceu em Abril de 1956, em Copenhaga. O sufixo "von" foi adotado por Lars von Trier durante o período em que esteve na Danish Film School, pois tratava-se da alcunha que os seus amigos da época lhe deram. Ficou conhecido após fundar, juntamente com Thomas Vinterberg, o manifesto Dogma 95, no qual há 10 regras para a produção de filmes, tais como: não usar cenários, não usar banda sonora, usar apenas câmara de ombro, entre outros aspectos. O seu único filme que segue todas essas regras intitula-se "Os Idiotas" (1998). Trabalha em permanente num projeto pessoal em que roda 3 minutos de filme todos os anos em diferentes locais na Europa. A sua intenção é realizar o trabalho durante 33 anos e, como este teve início em 1991,  a previsão é de que o filme seja lançado, apenas, em 2024. Hoje, é considerado o mais ambicioso e visionário realizador dinamarquês da actualidade. Conta com inúmeros prémios ao longo da sua carreira, entre os quais a Palma de Ouro por "Dancer in the Dark" (Dançando no escuro) e um César para Melhor Filme Estrangeiro com "Breaking the Waves" (Ondas de Paixão). Continua a ser conhecido e apreciado por desafiar a sua audiência com cada filme que assina.

Filmografia destacada: 2018 - The House that Jack Built (A Casa de Jack); 2013 - Nymphomaniac 2 (Ninfomaníaca - Parte 2); 2013 - Nymphomaniac (Ninfomaníaca - Parte 1); 2011 - Melancholia (Melancolia); 2009 - Antrichrist (Anticristo); 2006 - Direktøren for det hele (O Chefe disto Tudo); 2005 - Manderlay; 2003 - Dogville; 2003 - De fem benspænd (As Cinco Obstruções); 2001 - D-dag TV; 2000 - Dancer in the Dark (Dançando no Escuro); 2000 - D-dag - TV; 2000 - D-dag - Lise - TV; 1998 - Idioterne (Os Idiotas); 1997 - The Kingdom II - TV; 1996 -  Breaking the Waves (Ondas de Paixão); 1994 - Riget - TV; 1991 - Europa; 1988 - Epidemic; 1987 - Medea (Medeia) - TV; 1984 - Forbrydelsens element; 1982 - Befrielsesbilleder; 1981 - Den Sidste detalje - Curta; 1980 - Nocturne - Curta; 1979 - Menthe - la bienheureuse - Curta; 1977 - Orchidégartneren - Curta.

Prémios do seus filmes

Os seus títulos online