Uma Rapariga Regressa de Noite Sozinha a Casa
Uma Rapariga Regressa de Noite Sozinha a Casa

Uma Rapariga Regressa de Noite Sozinha a Casa

A Girl Walks Home Alone at Night

Áudio e legendas

Versão original com legendas

  • Áudio Inglês
  • Legendas Português
Nacionalidade

Estados Unidos

Ano de produção

2014

Género

Terror

Sobre o filme

Há coisas estranhas a acontecer na Cidade Malvada. A cidade fantasma iraniana, terra de prostitutas, drogados, chulos e outras almas sórdidas, é um lugar que cheira a morte e desespero, onde uma solitária vampira persegue os habitantes mais repugnantes da cidade. Mas quando um rapaz conhece uma rapariga, uma história de amor invulgar começa...

realização

Ana Lily Amirpour

Títulos parecidos

Como avalias este filme?

taelife

A fotografia é irrepreensível e um encanto de contemplar. A narrativa promete personagens fortíssimas mas é um tédio como um todo.

20 Julho 2019
vax1965

Gostei muito. A fotografia está excelente

17 Junho 2018
10.0

"Shot in gorgeously expressionistic black-and-white and fusing multiple genres into a thoroughly original whole, Amirpour has crafted a beguiling, cryptic and often surprisingly funny look at personal desire that creeps up on you with the nimble powers of its supernatural focus."

Eric Khon de Indiewire

9.5

"Along with Jarmusch, A Girl Walks Home Alone At Night is steeped in other influences: Spaghetti Westerns, 1950s juvenile delinquent movies, gearhead movies, teenage rom-coms, the Iranian new wave."

Sheila O'Malley de RogerEbert.com

9.0

"Beguiling in its strangeness, yet also effortlessly evoking recognizable emotions such as loneliness and the feeling of being stuck in a dead-end town and life, this moody and gorgeous film is finally more about atmosphere and emotions than narrative -- and none the worse for it."

Boyd Van Hoeij de Hollywood Reporter

9.0

"It’s wonderfully inventive filmmaking: Amirpour’s striking compositions borrow from the iconography of both the Western and the horror film — wide, evocative vistas are intercut with dark, tense city streets where shadowy figures follow one another."

Bilge Ebiri de Vulture