Duas Vidas

Duas Vidas

Zwei Leben (Two Lives)

Áudio e legendas

Versão original com legendas em português

  • Áudio Original
  • Legendas Português
realizador

Georg Maas

Nacionalidade

Alemanha

Ano de produção

2012

Estreia no cinema

23-10-2014

Géneros

Thriller, Drama

Sobre o filme

Europa, 1990, o muro de Berlim cai. Para Katrine tem um significado especial. Ela é uma das Lebensborn, nascida da relação entre um soldado alemão e uma cidadã norueguesa durante a II Guerra Mundial. Apesar de ter nascido na Noruega, foi levada à força para a Alemanha e criada na Alemanha de Leste. Já adulta, Katrine fugiu para a Noruega onde reencontrou a sua mãe, casou com um oficial norueguês e constituiu família. Mas quando um advogado pede para testemunharem contra o Estado Norueguês a favor das Lebensborn, ela recusa. Gradualmente, a teia de segredos e mentiras em torno de Katrine começa a ser revelada. Perante a sua família, levanta-se a questão: o que tem mais valor? A vida que viveram juntos? Ou a mentira em que esta é baseada?

Com realização do documentalista Georg Maas e de Judith Kaufmann, uma história dramática sobre os efeitos da Segunda Grande Guerra que se inspira na obra "Eiszeiten", escrita por Hannelore Hippe. Hippe colaborou no argumento do filme, em parceria com Maas, Kaufmann, Christoph Tölle e Ståle Stein Berg. O elenco conta com os actores Juliane Köhler, Liv Ullmann e Sven Nordin.

M12

Prémios
O meu estado de espírito...

Realização e elenco

Foto de perfil por defeito de um utilizador que não fez login
Os comentários depreciativos e os spoilers serão moderados. Se tens alguma queixa escreve-nos para ola@filmin.pt
  • Toni Vall

    de Cinemanía

    Dos vidas' está travesada por una luz especial, la de una época nublada de la historia moderna de Europa. (...) Buena historia, buenos actores, sólida dirección.

    8.0 8.0
  • Javier Ocaña

    de El País

    Maas y Kaufmann han compuesto una película de espionaje puro y duro que mezcla variadas épocas, no siempre con orden y concierto, y evidentes paralelismos con la sensacional 'La vida de los otros'.

    7.0 7.0