8

Cruzeiro Seixas - As Cartas do Rei Artur

· 84min.

Cruzeiro Seixas sempre se comparou obsessivamente com Mário Cesariny. Por isso não viveu, mas deixou documentos desse não viver: 95 anos de pintura e poesia à espera...
Indisponível no teu país

Sobre o filme

Artur do Cruzeiro Seixas não gosta de ser designado como artista. Não gosta de ser designado como intelectual. Quase já não vê. Já não pinta. Não realizou sonhos. A época em que vive não o satisfaz. Não gosta de viver onde vive: Famalicão. Não se sente mais desencantado com os outros do que com ele próprio. Cruzeiro Seixas vive numa dualidade, entre a afirmação e a negação, da validação da sua vida e obra através de uma comparação obsessiva com Mário Cesariny - a quem amou e odiou.

Realização e elenco

Realização:
Cláudia Rita Oliveira

Prémios e nomeações

Áudio e legendas

Versão Portuguesa
Áudio Português

Mais informação

Género:
Documentário
Nacionalidade:
Portugal
Estreia no cinema:
05-01-2017

Títulos parecidos

Nossa Senhora da Apresentação
6,4 Nossa Senhora da Apresentação Feijó, Guimarães, Duarte, Gonçalves

Luiz Pacheco escreveu Pacheco vs Cesariny. Ora, aqui, não se trata de Cruzeiro vs Cesariny. Nada disso. O que Cruzeiro Seixas aqui diz, com grande nobreza, é isto: Cruzeiro diferente de Cesariny, esse vampiro notável. Basta, aliás, comparar este documentário com Autografia de Miguel Gonçalves Mendes.