A Lei do Mercado
A Lei do Mercado

A Lei do Mercado

La Loi Du Marché

Áudio e legendas

Versão original com legendas em português

  • Áudio Original
  • Legendas Português
realização

Stéphane Brizé

Nacionalidade

França

Ano de produção

2015

Género

Drama

Estreia no cinema

28-04-2016

Sobre o filme

Thierry, de 51 anos, está desempregado há já quase dois anos. Depois de muitos meses de angústia em que procurou, incessantemente, um meio de sustentar a mulher e filho, quase perde a esperança no futuro. Um dia vê-se finalmente selecionado para a função de segurança de um supermercado. Apesar do magro ordenado que lhe é oferecido, torna-se finalmente capaz de cobrir as necessidades básicas da sua família. Tudo corre bem, até ao momento em que lhe é proposto algo inesperado: espiar as colegas de caixa. Isto fá-lo sentir-se em conflito com o que considera moralmente aceitável. Agora, Thierry tem de escolher uma de duas hipóteses: compactuar com a entidade patronal ou voltar para a precariedade que quase o levou ao desespero…
Com argumento e realização de Stéphane Brizé ("Entre Adultes", "Mademoiselle Chambon", "Quelques Heures de Printemps"), um filme dramático sobre o mercado de trabalho e a influência da atual crise na vida do cidadão comum. O elenco conta com a participação de Vincent Lindon (que, com este filme arrecadou o Prémio de Melhor Actor no Festival de Cinema de Cannes e o César na mesma categoria), Karine de Mirbeck e Matthieu Schaller, entre outros.

Realização e elenco

Como avalias este filme?

No comments

8.0

"El director arriesga con la sistemática, porque las escenas se eternizan, y no es una crítica sino una virtud, pasando del tedio a la angustia, y de la angustia a la ruina del corazón. 'La ley del mercado' exige un esfuerzo, pero a cambio ofrece compensaciones."

Javier Ocaña de El País

8.0

"La cámara se maneja a distancia de los personajes sin juzgarlos ni conducir la mirada del espectador. (...) es en ese espacio de reflexión antes y después, desde dentro y desde fuera, donde el drama cobra sentido y la película, importancia."

Luis Martínez de El Mundo