Sangue do meu sangue
Sangue do meu sangue

Sangue do meu sangue

Áudio e legendas

Versão Portuguesa

realização

João Canijo

Nacionalidade

Portugal

Ano de produção

2011

Géneros

Drama, Thriller

Estreia no cinema

05-10-2011

Bilheteira

99.450,37 €

Espetadores

21.956

Sobre o filme

"Sangue do meu Sangue" é um filme sobre o amor incondicional, o amor de uma mãe pela sua filha, o amor de uma tia pelo seu sobrinho. E de como elas estão dispostas a sacrificar tudo para os salvar…Márcia é mãe solteira de dois filhos, trabalha como cozinheira e partilha a sua casa num bairro municipal com a irmã, Ivete, cabeleireira de centro comercial. Um dia, Cláudia, a filha, que estuda enfermagem e trabalha como caixa num supermercado, conta à mãe que se apaixonou por um homem mais velho e casado. Quando Márcia o conhece, percebe que uma ameaça gravíssima pesa sobre a sua família. Joca, o filho, é um pequeno traficante no bairro até que decide dar um golpe ao seu dealer, mas é apanhado e a sua tia Ivete terá que se sacrificar por ele para o salvar.

Realização e elenco

Títulos parecidos

Foto de perfil por defeito de um utilizador que não fez login
Os comentários depreciativos e os spoilers serão moderados. Se tens alguma queixa escreve-nos para ola@filmin.pt
  • Foto de perfil de otipodaprimeirafila

    otipodaprimeirafila

    Excelentes interpretações num filme muito realista e bem realizado. A não perder.

    9 9 1 ano atrás
  • Foto de perfil de inesantonio

    inesantonio

    Absolutamente espectacular. O meu filme preferido português.

    10 10 1 ano atrás
  • Luis Martínez

    de El Mundo

    Si nada lo impide, y nada parece que lo vaya a hacer, la película tiene todo para ser una de las más gratas sorpresas del festival.Construida con unos complejos y bien trabados planos secuencia, la cámara taladra la nada tranquila superficie de una familia para dar con el sentido profundo del verbo amar. Dicho así, parece un poema a la estantería Billy (la más famosa de Ikea) y, en realidad, es algo mucho más sólido. Vamos, que no se le cae el fondo con facilidad.

    8.5 8.5
  • Carlos Boyero

    de El País

    Adopta la estética y el espíritu de los culebrones para contarte la historia de una familia muy drogota que vive en un barrio de las afueras de Lisboa. (...) No me irrita, pero tampoco me provoca nada apasionante

    6.0 6.0