7,8

Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos

· 114min.

Entre o documentário e a ficção, um filme feito com os índios krahô que vai para lá do puro registo etnográfico.
Indisponível no teu país

Sobre o filme

Esta noite, os espíritos e as cobras ainda não apareceram. A floresta ao redor da aldeia está calma. Ihjãc, quinze anos, tem pesadelos desde que perdeu o pai. Ele é um índio Krahô, do Norte do Brasil. Ihjãc avança na escuridão com o corpo suado. Uma voz distante ecoa por entre as palmeiras. A voz do pai chama-o, junto à cascata: chegou o momento de preparar a sua festa de fim de luto para que o espírito possa partir para a aldeia dos mortos. Rejeitando o seu dever e para escapar do processo de se transformar em xamã, Ihjãc foge para a cidade de Itacajá. Longe do seu povo e da sua cultura, vai enfrentar a realidade de ser um indígena no Brasil contemporâneo.

Prémios e nomeações

Áudio e legendas

Versão Portuguesa
Áudio Português • Legendas Português

Mais informação

Géneros:
Drama, Documentário
Nacionalidades:
Portugal, Brasil
10

"Le Chant de la Forêt" est un film très simple, très méditatif, où on ne s’ennuie jamais pourtant (pas de plans fixes de cinq minutes), où le temps se déroule à son propre rythme."

Jean-Baptiste Morain de Les in Rocks

9

"Al darle a esas tradiciones un contexto y un marco más que naturalista (a tal punto que varios críticos estadounidenses pensaron que era un documental), la brasileña Nader Messora y su pareja, el reconocido y un tanto más experimentado realizador portugués Joao Salaviza lograron adentrarse en ritos y costumbres del pueblo Krahô para contar una historia a la que muy bien le cabe la definición de «coming of age»."

Diego Lerer de Micropsia

8

"An admirable, often fascinating fictionalized portrait of a tribal culture in Brazil informed by a young man resisting his destiny as a shaman."

Jay Weissberg de Variety