6,3

A Portuguesa

· 136min.

Novo filme de Rita Azevedo Gomes. Com diálogos da romancista Agustina Bessa-Luís, fotografia de Acácio de Almeida e música original de José Mário Branco.
Indisponível no teu país

Sobre o filme

Estreado no Festival de Mar del Plata (Argentina) e apresentado na Berlinale, um filme histórico realizado por Rita Azevedo Gomes ("A Vingança de uma Mulher" e "Correspondências") que adapta um conto do escritor austríaco Robert Musil. Com diálogos da romancista Agustina Bessa-Luís, fotografia de Acácio de Almeida e música original de José Mário Branco, tem no elenco Clara Riedenstein, Marcello Urgeghe, Ingrid Caven, Rita Durão, João Vicente e muitos outros.

Prémios e nomeações

Áudio e legendas

Versão Portuguesa
Áudio Português

Mais informação

Género:
Drama
Nacionalidade:
Portugal
Estreia no cinema:
08-07-2019
8

"O filme de Rita Azevedo Gomes é em primeiro lugar um excelente casamento de dois universos literários distintos, combinados com uma visão pictórica e colorida da pintura clássica ... ‘A Portuguesa’ é um filme de uma beleza extraordinária: cada plano geral faz lembrar um quadro de Ticiano ou de outros grandes pintores renascentistas, mas ao mesmo tempo a sua estética é muito ousada — especialmente no sentido coreográfico —, sempre bem acompanhada de diálogos pausados e longos, quadros teatrais cantados que são muito inspiradores, aliás como todas as belas cenas que vão desde uma simples refeição ou caminhada na floresta, à intimidade de um banho feminino ... Tudo é dirigido com uma enorme delicadeza e o estilo surpreendentes dos cenários ... O filme é marcado ainda por algumas representações corais, ao estilo do teatro clássico grego, que lhe dão uma dimensão de grandiosidade, — inclusive num excelente e apropriado guarda-roupa de época ... ‘A Portuguesa’, a tornar-se numa brilhante e ambiciosa exibição visual, estilística e narrativa do cinema português do século XXI."

José Vieira Mendes de Magazine HD

7

"The Portuguese Woman is rich and varied in its characters, and sophisticated in its challenging dialogue, which is peppered with references to great works of art, literature and mysticism."

Marina Richter de Cineuropa