A Fábrica de Nada
A Fábrica de Nada

A Fábrica de Nada

Áudio e legendas

Versão Portuguesa

realização

Pedro Pinho

Nacionalidade

Portugal

Ano de produção

2017

Géneros

Drama, Musical

Estreia no cinema

21-09-2017

Sobre o filme

Uma noite um grupo de operários percebe que a administração está a roubar máquinas e matérias- primas da sua própria fábrica. Ao decidirem organizar-se para proteger os equipamentos e impedir o deslocamento da produção, os trabalhadores são forçados - como forma de retaliação - a permanecer nos seus postos sem nada que fazer enquanto prosseguem as negociações para os despedimentos.  A pressão leva ao colapso geral dos trabalhadores, enquanto o mundo à sua volta parece ruir.

Realização e elenco

Foto de perfil por defeito de um utilizador que não fez login
Os comentários depreciativos e os spoilers serão moderados. Se tens alguma queixa escreve-nos para ola@filmin.pt
  • Carlos Natálio

    de À Pala de Walsh

    Nada. Tudo. A oposição será evidente, bem sei, mas isso não a torna menos verdade: A Fábrica de Nada (2017) é um daqueles filmes em que o nada é tudo.

    8.5 8.5
  • Cláudia Sobral

    de Jornal I

    Em “A Fábrica de Nada”, os caminhos da ficção hão de percorrer sempre a realidade. A da crise, a dos operários numa luta que não é ideologia, é sobrevivência. Diz-nos esta longa de Pedro Pinho e concorda Hermínio Amaro. Operário a vida inteira, operário para um filme a pedir mudança.

    8.0 8.0
  • Manuel Halpern

    de Visão

    Prémio da Crítica em Cannes, a longa-metragem de Pedro Pinho é um filme operário, um objeto híbrido e uma reflexão política sobre a crise.

    8.0 8.0
  • Boyd Van Hoeij

    de The Hollywood Reporter

    Portuguese writer-director Pedro Pinho's fiction debut premiered in the Directors' Fortnight at Cannes and walked away with the FIPRESCI critics award.

    7.0 7.0