8,1

45 Anos

· 91min.

Falta apenas uma semana para o 45ª aniversário de casamento de Kate Mercer. Tudo corre bem até a chegada de uma carta que anuncia a descoberta do cadáver do primeiro amor do marido
Indisponível no teu país

Sobre o filme

Casados há 45 anos e sem filhos, Kate e Geoff Mercer preparam-se para celebrar o seu aniversário de casamento com uma festa, quando Geoff recebe uma carta que abala o casal. A carta, vinda da Suíça, informa-o de que foi descoberto um cadáver: o de Katya, a mulher com quem ele namorou antes de Kate, que faleceu ao cair numa fissura de um glaciar, quando o casal andava a caminhar numas férias em 1962. Embora Kate continue a preparar a festa e o casal partilhe alguma emoção romântica quanto a isso, ela fica cada vez mais perturbada pela preocupação de Geoff com Katya. À medida que se aproxima a data do aniversário de casamento, o casal mergulha cada vez mais no seu passado, pondo o seu futuro em causa.

Realização e elenco

Realização:
Andrew Haigh

Prémios e nomeações

Áudio e legendas

Versão original com legendas
Áudio Inglês • Legendas Português

Mais informação

Título original:
45 Years
Género:
Drama
Nacionalidade:
Reino Unido
Estreia no cinema:
31-12-2015

Títulos parecidos

9

"Andrew Haigh, 42 anos, cineasta britânico, começa a revelar-se um envolvente pintor de paisagens conjugais. Em Weekend (2011), longa-metragem anterior, e agora em 45 Anos, que se estreia esta quinta-feira, os casais estabilizam os seus equilíbrios no interior, mas as janelas mostram que uma verdade ecoará de forma profunda lá fora. O que se passa quando o exterior invade o interior? A revelação é silenciosa; as paisagens nestes filmes não dão outra hipótese (...) "

VASCO CÂMARA de Ípsilon - Público

9

"Não é a responsabilidade da ficção ser justa, mas contar a verdade sobre vidas humanas em circunstâncias particulares. O homem jovem e a Katya não representam uma forma de vida melhor do que o homem velho e Kate. Mas, injustamente nesta competição, têm juventude, paixão, romance do seu lado, enquanto o coração de Kate se parte e reclama o valor de muitos anos de amor e companheirismo nos quais o passado romântico irrompe sem piedade, tal como uma avalanche." Afinal, terrorífico ou não, "45 anos" relembra que a vida só está resolvida quando acaba – e isto pode ser uma avalanche de possibilidades ou de pesadelos (...)"

Expresso de Expresso

9

"Todos os pretextos são bons para ver rever Charlotte Rampling, uma das actrizes cruciais na passagem do expressionismo pós-método para o impressionismo minimal de Anthony Hopkins ou de Tom Courtenay, o seu parceiro de filme. O ponto dramático é a turbulência interior de um casal na semana que desemboca no 45º aniversário do seu casamento. Uma carta enviada a Geoff (Courtenay) irá ameaçar as fundações de décadas de relacionamento com Kate (Rampling), num “pas de deux” centrado nas figuras femininas em que o terceiro elemento é decisivo. Do inverno do descontentamento deles surge, quase imperceptível, um dos melhores filmes do ano."

Pedro Marta Santos de Sábado