Hou Hsiao Hsien
  1. Hou Hsiao Hsien

    Taiwan · 1947

    3 títulos :separador disponível 17 prémios
    recebidos
Biografia

Hou Hsiao-Hsien é diretor de cinema pertencente à nova onda de cinema taiwanés. Em 1948, Hou Hsiao-Hsien foge com a sua família para Taiwan para escaparem à guerra civil chinesa. A sua família estabeleceu-se em Fengshan e Hou formou-se na Academia Nacional de Artes de Taiwán.  Geralmente, Sou realiza dramas minimalistas que retratam as agitações da comunidade taiwanesa e, por vezes, os chineses, durante o século XX, através do impacto que eles tiveram sobre a vida pessoal de um personagem ou pequeno grupo. "Tierra de desdicha" (1989), por exemplo, mostra uma família que está submersa em conflitos causados pela chegada dos nacionalistas chineses após a II Guerra Mundial. Apesar da sua natureza mais independente do que comercial, o filme foi bem sucedido e recebeu elogios por parte da crítica. Hou dirigiu o filme japonês "Café Lumière" (2003) para o estúdio Shochiku, como homenagem ao diretor Yasujir Ozu. O filme foi estreado no Festival comemorativo do nascimento de Ozu, e trata temas reminescentes como as tensões entre pais e filhos e entre a tradição e modernidade. Nos seus filmes, Hou improvisa para conseguir obter os efeitos naturais desejados. Nos últimos anos, mesmo sem abandonar a sua característica mais austera, desenvolveu um cinema mais sensual, possivelmente devido à influência do seu colaborador, Mark Lee Ping-Bin. Os filmes de Hou receberam vários prémios em diversos festivais internacionais, como o Festival de Cinema de Veneza, o Festival de Cinema de Berlim, o Festival Internacional de Cinema do Hawaii e ainda o Festival de Três Continentes de Nantes. Seis dos seus filmes foram nomeados para a Palma de Ouro de Melhor Filme, no Festival de Cannes, sendo a última em 2005, "Tiempos de amor, juventud y libertad". 

Prémios do seus filmes

Os seus títulos online