Três Cores: Vermelho
Três Cores: Vermelho

Três Cores: Vermelho

Trois couleurs: Rouge

Áudio e legendas

Versão original com legendas em português

Nacionalidade

França

Ano de produção

1994

Género

Drama

Estreia no cinema

21-10-1994

Sobre o filme

Nesta terceira parte da trilogia das cores, Valentine, uma jovem modelo e estudante na universidade de Genebra, atropela um cão. Felizmente, o cão ficou apenas ferido e Valentine vê na sua coleira a morada do dono, um juiz que espia as conversas telefónicas dos seus vizinhos.

Prémios
O meu estado de espírito...

Realização e elenco

Títulos parecidos

Como avalias este filme?

No comments

10.0

"This is the kind of film that makes you feel intensely alive while you're watching it, and sends you out into the streets afterwards eager to talk deeply and urgently, to the person you are with. Whoever that happens to be."

Roger Ebert de RogerEbert.com

10.0

"No final, Vermelho é um melodioso grito de apelo à empatia, à abertura emocional, à humanidade e compaixão que todos têm a capacidade para oferecer. Tal como os restantes filmes da trilogia, Três Cores: Vermelho é, para além de todos os seus outros sucessos, uma absoluto triunfo técnico. A montagem, mais que nos restantes filmes da trilogia, é de fulcral importância tecendo uma vasta trama de coincidências e vidas paralelas com a elegância das mais sofisticadas melodias de Zbigniew Preisner. A fotografia, nomeada aos Óscares é de igual magnificência, pintando o mundo em calorosos tons vermelhos, sem deixar as imagens cair na agressividade perigosa que é facilmente encontrada na cor titular... O final do filme, cuja mera tentativa de descrição o roubaria do seu monumental poder. Como encerramento de toda a obra de Krzysztof Kieslowski, esses derradeiros momentos representam alguns dos mais importantes minutos em toda a história do cinema europeu."

Cláudio Alves de Magazine HD