8,9

O Sacrifício

· 143min.

Na noite de seu aniversário, Alexander vira-se para Deus oferecendo-Lhe tudo para evitar o holocausto nuclear.
Indisponível no teu país

Sobre o filme

Alexander, jornalista e intelectual, confessa ao seu filho pequeno a preocupação que sente em relação à falta de espiritualidade no mundo moderno. Na noite do seu aniversário, irrompe a Terceira Guerra Mundial. Num momento de desespero, Alexander vira-se para Deus, argumentando e oferecendo-Lhe tudo para evitar o holocausto nuclear.

Realização e elenco

Realização:
Andrei Tarkovsky

Prémios e nomeações

Áudio e legendas

Versão original com legendas em português
Áudio Sueco

Mais informação

Título original:
Offret
Género:
Drama
Nacionalidade:
Suécia
Estreia no cinema:
09-10-1987

Títulos parecidos

Tarkovski diz que este filme é "uma parábola poética". E é verdade. Mas, como o título aponta - caso do incêndio da casa, do mutismo final de Alexander, etc., versus a primeira palavra do Homenzinho: "No princípio era a palavra. Porquê, Papá?" - o fim é sempre um começo (o eterno retorno do Mesmo de Nietzsche? o yin (o princípio da noite, a lua) e o yang (o princípio do dia, o sol) do taoismo (inscritos no quimono de Alexander)? Hölderlin escreveu um poema notável sobre o anoitecer e o amanhecer, sobre o velar e o des-velar (des-velar a verdade, "aletheia"). E, afinal, o sacrifício (lembremo-nos do sacrifício que o-sem-nome impõe a Abraão e que o anjo suspende), enquanto dádiva, é o in-dizível, outra palavra para a verdade do Ser (Heidegger).

(Editado)
10

"O Sacríficio pode parecer hermético – e sim, ele o é diversas vezes – mas isso pouco importa para sua apreciação para todos aqueles que quiserem sair de sua zona de conforto e mergulhar no mundo “bergmaniano” de Tarkóvski, em seu filme-testamento."

Ritter Fan de Plano Crítico