Fernando Lemos - Como, Não é Retrato?
Fernando Lemos - Como, Não é Retrato?

Fernando Lemos - Como, Não é Retrato?

Áudio e legendas

Versão Portuguesa

Nacionalidade

Portugal

Ano de produção

2018

Sobre o filme

Deixou Lisboa em 1953. Foi para São Paulo, Brasil. E deixou-nos a mais impressionante galeria de retratos eu diria que desde Columbano: os seus amigos, actores, escritores, pintores que fotografou incessantemente naqueles três últimos anos que viveu em Portugal. E é pintor, gráfico, poeta. Como ele diz, "Fui estudante, serralheiro, marceneiro, estofador, impressor de litografia, desenhador, publicitário, professor, pintor, fotógrafo, tocador de gaita, emigrante, exilado, director de museu, assessor de ministros, pesquisador, jornalista, poeta, júri de concursos, conselheiro de pinacotecas, comissário de eventos internacionais, designer de feiras industriais, cenógrafo, pai de filhos, bolseiro, e tenho duas pátrias, uma que me fez e outra que ajudo a fazer. Como se vê, sou mais um português à procura de coisa melhor." Este filme é um retrato em duas partes: uma longa entrevista em 2008, aquando da sua passagem por Lisboa, outra em 2017, em São Paulo. Uma vida. A vida feliz de um homem inquieto.

realização

Jorge Silva Melo

Títulos parecidos

Como avalias este filme?

No comments