Amar, Beber e Cantar
Amar, Beber e Cantar

Amar, Beber e Cantar

Aimer, Boire et Chanter (Life of Riley)

Áudio e legendas

Versão original com legendas em português

  • Áudio Original
  • Legendas Português
realização

Alain Resnais

Nacionalidade

França

Ano de produção

2012

Género

Comédia

Estreia no cinema

09-10-2014

Sobre o filme

Numa zona rural inglesa, a vida de três casais é perturbada por uma personagem de que ouvimos constantemente falar mas que nunca vemos: o enigmático George Riley.
Amar, Beber e Cantar é um belo filme, do aclamado realizador francês Alain Resnais, que ganhou o prémio Alfred Bauer de inovação artística e o prémio FIPRESCI da Crítica Internacional no Festival Internacional de Berlim em 2014.
Esta divertida comédia é uma homenagem ao teatro, interpretada por um elenco de grandes atores franceses. Uma celebração da vida que põe fim à carreira cinematográfica de Alain Resnais, uma carreira repleta de obras primas.

Realização e elenco

Como avalias este filme?

9.0

"O estranhamento diante deste filme francês começa logo nos créditos de abertura. Uma câmera fluida, posicionada a uns 3 metros do chão, desliza pelas ruas de um vilarejo inglês, mostrando a arquitetura e as ruas. Esse ponto de vista etéreo não corresponde ao olhar de nenhum personagem – a não ser que se trate de um olhar externo, divino -, sendo uma panorâmica inovadora da cidade. Enquanto isso, os créditos surgem sobre um precário quadrado preto, com letras vermelhas impressas em grafia simples, contrastando com as belas paisagens ao fundo. Esta bizarrice é perfeita para preparar o espectador a "

Bruno Carmelo de Adoro Cinema

9.0

"Resnais vuelve sobre los temas de la muerte, la ausencia y la vida como teatro. Es la última vez que se asoma para mirar lo que no puede verse."

Daniel de Partearroyo de Cinemanía

9.0

"Trama de equívocos amorosos deliciosa, aérea e hipervitaminada en la que incluso participa un muppet (un topo oculto en el jardín) como testigo mudo. Genio y figura hasta la sepultura. "

Jordi Batlle Caminal de Fotogramas

8.5

"Sofisticada despedida que, finalmente, ha cumplido su función de cerrar una carrera donde el juego intelectual fue progresivamente equilibrándose con el principio del placer."

Jordi Costa de El País

8.0

"“Resnais não esconde que as coisas vêm do teatro,” explicava Dussollier em Berlim. “Ele não tenta que as personagens saiam deste palco onde estão a representar a sua vida. Acabava por ser-lhe conveniente que se tratasse de uma peça de teatro, como se fossem casais a representar a sua vida, mesmo que com muita sinceridade.”"

Jorge Mourinha de Ípsilon - Público